02 agosto 2006

Anémona

Gostava de ser uma anémona. E morar sempre na calma escura e salgada do fundo do mar. Deixar que as correntes me levassem ao sabor de ventos que não sinto. Viver uma vida chata, que mais não é do que viver apenas, sem hoje, nem ontem, nem sequer amanhã. Viver apenas sem o espectro de ser e de escolher a cada instante.

3 Comments:

Blogger MiM said...

isso durante mais ou menos duas semaninhas... no máximo

11:12 da tarde  
Blogger intruso said...

tb eu... :)
"Grande sossego de já não haver sequer de que ter sossego!/
Grande tranqüilidade a que nem sabe encolher ombros/
Por isto tudo, ter pensado o tudo/
É o ter chegado deliberadamente a nada./
Grande alegria de não ter precisão de ser alegre/..."
A.Campos

12:21 da manhã  
Blogger mitro said...

Precisas de um afago... E ninguém afaga anémonas!

1:01 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home

FREE hit counter and Internet traffic statistics from freestats.com